28.5.15

Cantai ao senhor um cântico novo... (Isaías 42:10)












Rompeu o amanhecer...
E suave é o perfume dos novos dias 
Que chegam ensolarados
Veja! O inverno passou
As chuvas acabaram e já se foram
Aparecem flores sobre a terra
E chegou o tempo de cantar
Já se ouve na terra o arrulhar dos pombos
A figueira produz os primeiros frutos
As vinhas florescem e espalham sua fragrância... (Ct 2:11-13)
Veja! Tudo o que tem vida louva o Senhor! (Sl 150:6)
Não contenha as torrentes do seu espírito
É tempo de gratidão...É tempo de louvor
Erga a voz dos seus cânticos e orações ao céu
Sê forte e corajoso
Não tema a vida... Nem fuja da luz
Abra as janelas da alma...
Deixe a triste ir embora
Deixe o sol entrar
Permita germinar as sementes de vida que há em ti
Não se deixe vencer pela tristeza
Suporte com fé os dias maus
Vença o mal com o bem
Não desista
Insista
Tudo é possível ao que crê
Cante um cântico novo
Traga à memória o que te pode dar esperança
Sonhe novos sonhos
Respire novos ares
Você não está só
Existe tanta vida ao teu redor...
Deixe florir a esperança que já em ti
Transborde de vida as fontes do coração
Exorcize os seus fantasmas
Acalme os mares profundos da alma
Entre o passado e o futuro
Fique no meio..., que é o seu lugar
Evite a solidão que gera mais solidão
Abra todas as portas do coração
E deixe entrar o Rei da Glória
Ele faz florescer todos os desertos do coração
E pacifica as guerras interiores
Ilumina a cidade do espírito
E nela habita como em um templo
Diga o fraco: Eu sou forte!
E cante um cântico novo ao Senhor
Passou a noite
Cessaram-se as lágrimas
Rompeu o amanhecer
E com ele a alegria
Eis que aquele que faz novas todas
Está à porta, e bate...
VBMello