24.4.16

Ainda que eu fale as línguas dos homens...

Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. (1 Co13:1)
*
Não importa o conteúdo
Não importa o modo de falar
Não importa o teatro
A oratória e a retórica
Não importa o lugar
Se num templo
Ou numa mesa de bar
Não importa quem fala
Sem amor, toda fala
Ainda que seja discursada
Na língua dos anjos
É som vazio... é mentira
Vaidade sem autoridade
As palavras de Jesus tinham autoridade
Porque ele falava com amor
Ele realmente se importava
E estava inteiro nas suas falas
Suas palavras não visavam aplausos e elogios
Elas saiam do seu coração como pão de Deus
Para saciar os famintos de alma
E descansar os sobrecarregados de espírito...
_VBMello