9.10.15

Há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar.  (Eclesiastes 3:4)
---
Bem-aventurado os que choram, porque serão consolados. Sim, é a certeza absoluta da consolação de Deus, que torna a dor do choro suportável. Sem esta certeza, em tempos das grandes dores, a alma não suporta os fortes ventos contrários e desaba. Deste modo, aquele que sofre não deve cair na tentação de focar o seu coração naquilo que causa o seu choro. Se a causa da dor tem solução, solucione. Mas se não tem, não  perca o seu tempo lutando contra ela. Porque, neste caso, a causa do choro é o que menos importa. Focar nela certamente sobrecarregará o coração com o peso desnecessário da amargura, da raiva e do desejo de vingança. Ódios e ressentimentos vários podem surgir quando você foca a sua atenção em quem - ou no que -, te faz sofrer e chorar. Não, não perca o seu tempo irritando-se com quem voluntariamente, te faz chorar. Entregue tudo nas mãos de Deus. Mantenha a fé e o amor. Perdoa o seu inimigo, afaste-se do caminho dele, e continue andando no caminho da vida, da paz e da verdade. Guarde a sua alma dos rancores. Não aumente as suas dores. Foque o seu coração, os seus pensamentos e as suas ações na certeza de quem tudo passa, e que, em breve, chagará também o seu tempo de sorrir e dançar. Mantenha o bom ânimo e alimente a esperança de dias melhores. Alegre-se com a certeza de que o seu choro e o seu pranto não durarão para sempre, mas que vão passar. Console-se na confiança de que em breve será dia de festa e danças. Sim, depois do choro, vem o tempo de rir. Depois do pranto, vem o tempo de dançar. Não tenha vergonha de chorar e derramar lágrimas. Não engula o choro. Chore, pois é tempo de chorar. Mas acima de tudo, não perca jamais a esperança de quem em pouco tempo, Deus mesmo enxugará todas as suas lágrimas...

VBMello