18.6.16

Amar é a maior alegria da vida, mas não é fácil...












Amar é a maior alegria da vida, mas não é fácil
Nada que exige sacrifício é fácil
Nada que exige entrega total é fácil
Nada que exige perdão e reconciliação é fácil

Amar seria fácil
Se a vida fosse fácil
Mas nem sempre
Quase nunca
A vida é fácil

Às vezes – muitas vezes
A vida desmorona
E tudo fica muito difícil
E os caminhos facilmente desejados e sonhados
Ficam impossíveis de serem cruzados
Sem dor, choro e lágrimas...

Amar seria fácil
Se as pessoas fossem
Sempre tranquilas e fáceis de lidar
Mas nem sempre as pessoas 
São tranquilas, justas e fáceis de lidar
Às vezes – muitas vezes
As pessoas que amamos
Ficam irreconhecíveis... e terríveis

Sim, quando tudo está bem
A paixão funciona bem
Não é coisa muito difícil 
Permanecer apaixonado 
Quando a vida exige de nós -nada além 
De prazeres, alegrias e festas...

Mas as dores da vida
De um modo ou de outro
Alcançam a todos
E no fim das contas
O sofrimento é a maior provação
Que o amor tem que enfrentar

É na fornalha do sofrimento
Que o amor é purificado
Das suas ilusões...

Infelizmente – ou felizmente
Depende do ponto de vista
Quando o mundo desmorona
E a vida pede sacrifício, paciência,
E fidelidade para recomeçar
Quando a alegria 
Não vem ao amanhecer
E o sofrimento vêm para ficar
Então, é fácil... às vezes, decepcionante
Contar nos dedos de uma mão
O número daqueles que realmente amam
E ficam conosco... para o que der e vier
_VBMello