23.5.16

Sonda-me, ó Deus...

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno. (Salmo 139:23,24)
- - -
Não apenas, as nossas palavras
Mas a nossa vida inteira
Emerge das profundezas
Do nosso coração
Querendo ou não, a intenção oculta
Por trás da força das nossas palavras
E o modo como ouvimos, vivemos
E pensamos os caminhos da nossa vida
Tem origem nas inspirações que emergem
Das profundezas do nosso coração
Podemos escapar de tudo
Das influências do mundo
E das tentações do diabo
Mas jamais escaparemos completamente
Das forças imensas que emergem
Das profundezas do nosso coração
Quem já perdeu a cabeça
Ao menos uma vez – sabe muito bem
O quanto essas forças podem ser terríveis...
Por isso, e muito mais
Para que possamos entender e deixar evidente
A nossa posição de filhos de Deus, diante do mundo
E para a nossa própria felicidade
E para o bem de quem convive com nós
É importante entregar a plenitude do nosso coração
Nas mãos de Deus - e assim, mantê-lo livre
De todo espírito de ódio, raiva ou amargura
De modo que, deste modo, as forças que governam a nossa vida
Possam emergir todas, da presença do Espírito de Deus
Que vive, se move e habita com poder e graça, em nós
E nos conserva longe das influências ruins do nosso coração
Que desanimam e destroem os nossos relacionamentos
E aniquilam de vez, todas as nossas esperanças
De uma vida equilibrada, sóbria e pacífica...
_VBMello