21.10.15

De graça recebestes, de graça dai. (Mateus 10:8)















As coisas espirituais
A humildade
A mansidão
A misericórdia
A fome e a sede de justiça
A pureza de coração
A alegria, a fé, a esperança e o amor
Do ponto de vista de algumas pessoas - ocas
São coisas inúteis - coisas de gente tola
E isso, porque as coisas espirituais
São coisas que a gente busca
Não porque elas tem valor de troca
Ou de compra e venda
Não, a graça de Deus não é moeda
Não podemos negociar com as bençãos de Deus
De graça recebemos, de graça damos
(Esse é o lema da vida espiritual)
Ninguém pode vender amor
Ninguém pode comprar amor
Ninguém pode comprar felicidade
Ninguém pode vender felicidade
Ninguém pode vender a vida eterna
Ninguém pode comprar a vida eterna
Ninguém pode orgulhar-se de ser humilde
Ninguém pode fazer da misericórdia, um comércio
Nas coisas de Deus não existe comércio, existe comunhão
Por isso, do ponto de vista de algumas pessoas - ocas
Uma pessoa rica das coisas de Deus
É uma pessoa pobre, inútil e tola
Porque o mundo vê tudo - as coisas e as pessoas
De um ponto de vista meramente utilitário
Mas aqueles que são espirituais
Enxergam a vida a partir do seu significado eterno
E não a partir do seu valor de comércio e barganha
Não, aquele que é espiritual não barganha
Com as coisas de Deus e nem faz comércio de almas
Mas simplesmente dá de graça o que recebeu de graça
Porque a Cruz de Cristo
Não é uma franquia
E o nome de Jesus
Não é um nome fantasia
E o evangelho não é um negócio
Mas sim, o poder de Deus
Para a salvação - gratuita - de todo aquele que nele crê
VBMello